Operário espera reunião sobre possível fim do Estadual no 1º turno

Rival do alvinegro nas quartas de final quer cancelamento da próxima fase

Operário espera reunião sobre possível fim do Estadual no 1º turno

Operário terminou o turno em 4º lugar e jogaria as quartas com o Cianorte - Foto: João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

O Campeonato Paranaense está suspenso e o Operário Ferroviário, assim como os demais clubes do estado, está parado por conta da pandemia do novo coronavírus. Como a Federação Paranaense de Futebol (FPF), que comanda o Estadual, anunciou férias coletivas até o dia 12 de abril, já é fato que a competição não volta tão cedo. A pergunta agora é se essa edição do Paranaense terá mesmo o fim proposto antes do surto da doença. 

Em uma de suas colunas no Net Esporte Clube, o jornalista Felipe Gustavo falou sobre uma declaração do presidente da FPF, Hélio Cury, que disse que a decisão do campeonato tem que ser em campo, independente da data em que essa final aconteça. O assunto, porém, ainda causa divergências. O presidente do Cianorte, time que enfrentaria o Operário nas quartas de final, Lucas Franzato, se pronunciou na Tribuna de Cianorte dizendo que quer o fim do Estadual na classificação do 1º turno - o rebaixamento já está definido e os contratos dos jogadores do Cianorte encerram no final de abril. 

O presidente do Grupo Gestor do Operário, Álvaro Góes, já esperava essa posição por parte do rival. "Com certeza o Cianorte pediria o fim, assim como Rio Branco. Eles não têm calendário. Tem que parar mesmo, como vai ficar pagando funcionário, pagando salário de jogador? Renovar contrato não tem jeito. Eles têm que pedir para acabar do jeito que está", entende Álvaro. 

Mas o alvinegro não tem uma opinião definida se o melhor é que a segunda fase do Paranaense seja cancelada. "Temos que aguardar, reunir o grupo, ver o que é melhor. Temos que sentar, todo mundo, e resolver. Não sabemos se essa doença vai continuar, nem por quanto tempo. Não sei como a Federação vai agir, como a CBF vai agir, temos que aguardar", afirma o presidente.

Independete se o Campenato Paranaense for cancelado, com a classificação do 1º turno União, de Francisco Beltrão, e PSTC, de Cornélio Procópio, estão rebaixados. As vagas da Série D, também de qualquer forma ficarão com Cianorte, FC Cascavel e Rio Branco. Os outros oito times das quartas já tem calendário em outras séries. 

 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!