Associação Avante Fantasma completa oito anos acompanhando o Operário

AAFA foi criada dias antes da comemoração do centenário do OFEC, em 2012

Associação Avante Fantasma completa oito anos acompanhando o Operário

Associação tem sede física próxima ao GK para receber torcedores - Foto: Arquivo AAFA/ Luciano Mendes

PublicidadeNEC

A Associação Avante Fantasma (AAFA) completou, nesta terça-feira (21), oito anos desde a sua fundação, em 2012, dias antes da comemoração do centenário do Operário Ferroviário. De lá para cá, com a missão de reunir e representar torcedores e pessoas interessadas no bem do clube, a AAFA se tornou uma organização reconhecida pelo Operário. Seus membros hoje carregam o apelido de 'guardiões' da história do Fantasma.

Nesses oito anos, a AAFA vivenciou, depois da comemoração dos cem anos do Operário, a conquista do título de Campeão Paranaense em 2015, os títulos de Campeão da Série D e da Série C, em 2017 e 2018. Com isso, viu o time chegar à Série B do Campeonato Brasileiro em 2019 e alcançar média superior a quatro mil pessoas por jogo. 

"O crescimento do Operário nos últimos anos e a visibilidade que o clube conquistou em nível nacional também reflete em nós. Hoje somos procurados por diversos meios de comunicação, tanto de nível estadual como de Brasil, que enxergam em nós um símbolo da torcida do Operário. Temos também o reconhecimento do clube, diretoria, jogadores, comissão técnica. E claro, do próprio torcedor operariano, que nos vê como uma voz, representantes dessa grande torcida", destaca o presidente da AAFA, Jean Martins.

A Associação possui uma sede física nas proximidades do Estádio Germano Krüger onde recebem torcedores, tradicionalmente, nos dias de jogo. Além disso, são os integrantes da AAFA que criaram um dos programas mais conhecidos de debate entre torcedores sobre assuntos do clube - o 'Papo de Boteco' feito anteriormente em live, mas diante da pandemia transformado em podcast. 

A comemoração do aniversário da AAFA, neste ano, se limitará às redes sociais. Sem jogos por conta da propagação da COVID-19, os torcedores do time de Vila Oficinas esperam por boas notícias referentes ao futebol. O Operário, neste momento, não tem previsão para voltar à disputa do Paranaense ou iniciar a briga na Série B. 

"Tem sido difícil demais esse momento. Eu, particularmente, busco ver jogos antigos do Operário, gols, matérias, qualquer coisa que tente preencher essa falta que o Operário nos faz. Resolvemos fazer o podcast pra falar de Operário para que os torcedores tenham algo novo. Eu sou bem realista com a volta de todo o futebol, infelizmente não vejo um retorno tão breve até que se encontre uma vacina. Precisamos pensar na saúde, somente com saúde podemos viver a nossa paixão", destaca Jean. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!