Athletico vira com golaços no fim e conquista o tri do Paranaense

Furacão perdia até os 46 do 2º tempo, quando Khellven decidiu o clássico

Athletico vira com golaços no fim e conquista o tri do Paranaense

Athletico já havia vencido a primeira partida por 1 a 0 na Arena - Foto: Fábio Wosniak/Site Oficial CAP

O Athletico Paranaense é pela terceira vez consecutiva campeão estadual. No Couto Pereira, na noite desta quarta-feira (5), o Furacão conquistou uma vitória que parecia improvável, virou o placar para 2 a 1 nos acréscimos do segundo tempo e garantiu o 10º título da competição sobre o rival Coritiba.

Dono da casa e precisando da vitória após a derrota de 1 a 0 no jogo de ida, o Coxa abriu o placar aos 51 minutos do primeiro tempo. O lateral Adriano cometeu pênalti sobre Robson. O zagueiro Sabino cobrou com categoria e deixou o lado alviverde em vantagem.

Na etapa complementar, o time comandado por Eduardo Barroca quase fez o segundo, mas Santos pegou a queima-roupa a finalização do meia Gabriel.

Com o passar dos minutos, o Coritiba recuou e passou a dar espaço para o Athletico trabalhar a bola no campo de ataque. E mesmo sem o técnico Dorival Junior - que foi expulso por Rodolpho Toski Marques - os visitantes cresceram de produção.

Aos 46 minutos, quando já dava impressão de que o confronto se encaminharia para as penalidades, o jovem lateral Khellven, de 19 anos, acertou um petardo no ângulo de Muralha, deixando o rubro-negro com as mãos na taça.

No minuto seguinte, Muralha saiu jogando errado com as mãos e Nikão, por cobertura, decretou a conquista do tricampeonato athleticano no Alto da Glória: 2 a 1.

O Furacão estreia na Série A do Brasileiro neste sábado (8), às 19h, contra o Fortaleza, na Arena Castelão. Já o Coritiba aguarda a decisão do segundo turno do Campeonato Gaúcho para saber se poderá reestrear na elite contra o Internacional, também no sábado (8), às 19h30, no Couto Pereira.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!