Operário tem 6 membros suspensos para encarar a Chapecoense

Quatro atletas, treinador e auxiliar ficarão de fora

Operário tem 6 membros suspensos para encarar a Chapecoense

Operário sofre consequência da série de cartões diante do Cruzeiro - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

A partida polêmica contra o Cruzeiro na última quarta-feira (20), provocou uma série de desfalques no Operário Ferroviário que  enfrenta a Chapecoense na próxima semana. O Fantasma soma seis suspensos, incluindo jogadores e comissão técnica, para encarar o time catarinense. 

A insatisfação com a arbitragem, especialmente após a anulação de um gol legítimo que deixaria o Fantasma com a vantagem no placar, resultou em diversas reclamações pelos membros da equipe. Imediatamente após a o gol anulado, Jean Carlo foi o primeiro a levar cartão e ficar fora, já que estava pendurado. Ainda no tumulto, o volante Jimenez questionou o árbitro, levou amarelo e em seguida o vermelho, mesmo sem estar em campo e também desfalca a equipe. 

No decorrer da partida, Pedro Ken recebeu o terceiro cartão amarelo e também cumprirá suspensão. O atacante Diego Cardoso entrou na segunda etapa e levou o vermelho direto nos minutos finais, novamente por reclamação, portanto, também fica de fora. 

Além dos quatro atletas, o técnico Matheus Costa e o auxiliar-técnico Leandro Niehues foram expulsos no fim da partida, em meio ao tumulto e e novas reclamações com a equipe de arbitragem. O Fantasma saiu derrotado por 2 a 1 e perdeu praticamente todas as chances de acesso à Série A. 

Com a suspensão da comissão técnica, Matheus Costa declarou que o preparador físico da equipe, Rodolfo Mehl é quem estará comandando a equipe na beira do gramado. O auxiliar de Rodolfo na preparação física, Césinha, assume como preparador físico e o preparador de goleiros Osmar Pereira, ambém estará com a equipe.  

Sobre a provável escalação, Matheus ainda não deu detalhes e disse que precisa aguardar o resultado das avaliações físicas da equipe que se reapresentou nesta tarde.  A tendência é que se Rafael Chorão e Tomas Bastos seguirem vetados pelo departamento médico, Thomaz ocupe uma vaga no meio campo ao lado de Marcelo e Vilela. No ataque, Maranhão pode reassumir a vaga de Jean Carlo. Outra opção é recuar Rafael Oller para o meio e dar espaço para Thomaz no lugar de Jean. 

A equipe se reapresentou na tarde desta sexta-feira, treina no sábado e no domingo pela manhã  e enfrenta Chapecoense na segunda-feira, às 17h, no Estádio Germano Kruger. O jogo é válido pela 37ª – e penúltima – rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. 
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC