PublicidadeNEC

Gersinho reconhece carência no OFEC, mas nega chegada de reforço

Treinador alvinegro comenta formação do elenco para a temporada 2018

Por: Felipe Gustavo em 06/01/2018 09:20:36 atualizado em 01/11/2018 10:43:41

Gersinho reconhece carência no OFEC, mas nega chegada de reforço
Gersinho passa instruções para a equipe durante atividade na pré-temporada - Foto: José Tramontin/OFEC
Com um elenco composto por 28 jogadores, o Operário Ferroviário não deve trazer mais reforços até o início da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. Isso é o que indica o técnico Gerson Gusmão.

O comandante alvinegro até admite que a equipe tem dois setores carentes, mas assegura que essa não é a hora para novidades no grupo. "No momento não vamos trazer ninguém. Temos carência de lateral direito e goleiro, mas vamos esperar mais um pouco", explica o treinador sem dar prazo para a chegada de novas peças.

Os dois setores citados por Gersinho são realmente os mais carentes. No início da pré-temporada, a direção alvinegra cogitou trazer um goleiro experiente para disputar vaga com Simão, pois os atuais arqueiros do Fantasma são bastante jovens. Já o lateral direito Danilo Baia permanece sem uma briga direta no setor. Os meias Dione e Pedrinho podem ser improvisados na função.

O Operário estreia oficialmente no dia 10 de fevereiro, quando recebe o Andraus Brasil pela Divisão de Acesso do Paranaense. Já a abertura da Série C do Brasileiro está programada para 15 de abril - ainda sem tabela definida pela CBF.

Elenco do Fantasma

Goleiros: Fabrício, Matheus e Simão
Laterais: Danilo Báia, Peixoto e Raphael Soares
Zagueiros: Alisson, Sosa, Tiago Alencar e Yuri
Volantes: Chicão, Erick, Índio, Serginho Paulista e Thalles
Meias: Anderson Paraíba, Athos, Cleyton, Dione, Gil Paraíba, Juninho, Pedrinho e Robinho
Atacantes: Jean Carlo, Lucas Batatinha, João Vitor, Schumacher e Vanderlei
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/5424/Gersinho-reconhece-carencia-no-Operario-mas-nega-chegada-de-reforcos" data-text="Gersinho reconhece carência no OFEC, mas nega chegada de reforço">
PublicidadeNEC