Categorias de base do OFEC terão sala de estudos anexa aos alojamentos no GK

Espaço contará com computadores e rede de internet para a base

Categorias de base do OFEC terão sala de estudos anexa aos alojamentos no GK

O Operário conta com categorias sub-19 e sub-17 além das categorias ministradas pela escola oficial do clube - Foto: José Tramontin/ OFEC

As categorias de base do Operário Ferroviário vão ganhar, em algumas semanas, uma sala de estudos. O projeto da diretoria do Operário em parceria com o Instituto Mundo Melhor visa a formação humana dos atletas e o desenvolvimento acadêmico através de cursos profissionalizantes. 

A ideia do projeto é construir, anexo à entrada do alojamento de jogadores, próximo às escadas que dão acesso ao setor do sócio-diamante, no Estádio Germano Krüger, um espaço onde os atletas terão acesso à cerca de dez computadores com rede de internet. As paredes da construção já estão levantadas. 

Por meio dos computadores, os jogadores serão incentivados a utilizar o ambiente virtual de aprendizagem do Instituto MM. A plataforma conta com aproximadamente 200 cursos online cadastrados. Os cursos possuem certificação acadêmica e a carga horária é de curta a média duração. 

"É muito importante eles estudarem. Com essa sala, poderão estar lendo livros, estudando, fazendo algumas tarefas da própria escola. Nós sempre incentivamos eles a estudar - até porque amanhã ou depois, se não der certo no futebol, terão estudo para dar um conforto para eles e para a família no futuro. Ficamos muito contentes por fazer parte desse projeto. O Operário tem crescido, está crescendo", afirma o técnico do sub-19 do Fantasma, Joel Preisner. 

Segundo o coordenador do Instituto Mundo Melhor, Orion Barbosa, este projeto é uma continuidade do programa ‘Expresso Informática’ - um ônibus com computadores e internet que é levado até a comunidade também com o intuito de promover inclusão digital e qualificação profissional. Parte dos jovens atletas da base do Fantasma já teve contato com este ônibus no Colégio Estadual Professor Colares, onde estuda a maioria dos garotos que estão no ensino médio.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!