Em jogo definido no 1º tempo, Operário perde para o FC Cascavel pelo Estadual

OFEC teve apresentações distintas nas duas etapas, mas não conseguiu empatar

Em jogo definido no 1º tempo, Operário perde para o FC Cascavel pelo Estadual

Operário Ferroviário acumula uma vitória e uma derrota pelo Campeonato Paranaense - Foto: Arquivo/ João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário perdeu para o FC Cascavel por 1 a 0 pela 2ª rodada do Campeonato Paranaense, no Estádio Olímpico, em Cascavel. Com o resultado, o Operário segue com três pontos na competição e ocupa a 5ª colocação na tabela. O FC Cascavel fica com a mesma pontuação, em 4º. O gol da partida foi marcado pelo atacante do FCC, Paulo Baya, no apagar das luzes do primeiro tempo.

PRIMEIRO TEMPO

Fora de casa e com mudança no sistema tático, que foi de 4-3-3 para 4-4-2, o Operário demorou para aparecer no jogo. A saída de Lucas Batatinha fez com que a equipe ponta-grossense perdesse muito ofensivamente e não desse trabalho para o goleiro Raul nos primeiros momentos do jogo. 

O FC Cascavel tinha o domínio do jogo. A bola passava por todos os jogadores, mas o atacante Paulo Baya era o principal responsável pelas bolas perigosas. Pela lateral, Quaresma também criava jogadas. Com mais posse de bola, o elenco da casa trocava passes e adiantava a marcação.

Enquanto o FCC chegava várias vezes ao ataque mas não convertia em gol, o Operário não tinha velocidade e pecava na saída de bola.

Por volta dos 30 minutos de jogo, com todo o elenco do Operário no campo defensivo, Paulo Sérgio levou perigo à meta de André Luiz. Na sequência, em escanteio, Paulo Baya fez a cobrança e Schumacher conseguiu afastar, mas no rebote o Cascavel recuperou a posse, voltou a trabalhar bola e ameaçar a defesa alvinegra mais uma vez. 

Depois disso, o time do técnico Gerson Gusmão aparentava ter ficado mais ligado na partida. Quando o cronômetro marcava 40 minutos, Douglas Nascimento subiu em um cabeceio e criou a melhor chance do Fantasma. Aos 42, Schumacher chegava na cara do gol quando Quaresma apareceu para interceptar, empurrou para o gol de Raul e quase marcou contra.

O problema é que o Fantasma não conseguiu aproveitar o momento e, no último minuto do tempo regulamentar, Paulo Baya fez o que já vinha tentando desde o apitar do árbitro. Com o time alvinegro desconcentrado, o FC Cascavel aproveitou o cruzamento - o camisa 11 apareceu para balançar as redes e abrir o placar. 

SEGUNDO TEMPO

O FC Cascavel foi aos vestiários com vantagem e voltou querendo mais. Nem Gersinho, nem Marcelo Caranhato fizeram mudanças. O Operário cresceu e, nos primeiros 10 minutos do 2º tempo, já havia mostrado mais atitude que na etapa inicial.

Aos 11 minutos, Cleyton cruzou na boca do gol, o atacante Douglas Coutinho acabou 'furando' a bola mas Régis Potiguar conseguiu completar a jogada. A bola forte foi para fora, pelo lado esquerdo da meta, arrancando suspiros do goleiro do FCC. 

O técnico do Cascavel fazia sinais para que os jogadores avançassem, mas com o ataque do Fantasma superior, também pedia para que a defesa cascavelense se fechasse principalmente nos contra-ataques. 

Aos 16 minutos, depois de uma tentativa de contra-ataque que não deu certo, o Operário chegou ao ataque com Schumacher, autor do gol da estreia. O zagueiro do FCC, Afonso, deu espaço, e Schumacher bateu forte na bola, que explodiu na trave. Em seguida, Marcelo Caranhato colocou Lucas Douglas na partida. Na chegada, o jogador entrou com tudo na área e acionou o goleiro André Luiz, que foi de um lado para o outro e fez uma grande defesa. 

O jogo ficou cá e lá, mas o Operário, com outra cara, chegou à frente inúmeras vezes. Aos 32 e aos 37 minutos, Régis Potiguar quase empatou. Aos 41, outra chance com Cleyton. Apesar disso, o Fantasma não conseguiu chegar ao empate fora de casa e a partida terminou em 1 a 0 para o FC Cascavel.

VEJA O GOL DO JOGO

PRÓXIMO JOGO

Pela 3ª rodada do Estadual, o Operário Ferroviário joga contra o Rio Branco. O compromisso está marcado para o próximo domingo (26), no Estádio Germano Krüger, às 16 horas.

FICHA TÉCNICA

FC Cascavel: Raul; Wagner Líbano, Marcel, Afonso e Quaresma (Willian); Oberdan, Duda e Adenilson; Paulo Baya (Tocantins), Henrique e Paulo Sérgio (Lucas Douglas). Técnico: Marcelo Caranhato 

Operário: André Luiz; Sávio, Douglas Nascimento, Sosa e Danilo; Jardel (Rafael Chorão), Régis Potiguar, Tomás Bastos (Eduardo) e Cleyton; Douglas Coutinho e Schumacher (Cristhian Aguada). Técnico: Gerson Gusmão.

Cartões amarelos: Jardel e Douglas Nascimento (OFEC)
Gols: Paulo Baya, aos 4' do 1 tempo (FCC)
Local/Data: Estádio Olímpico, em Cascavel | 22/01/2020
Público e Renda: 2915 pagantes | 3202 total | R$ 57.806,00

Árbitro: João Paulo Romano Queiroz, assistido por Luciano Roggenbaum e Roberto Rivelino dos Santos Junior

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC