Os números de Gerson Gusmão em quatro anos no comando do Operário

No mês de março, o técnico do Operário fechou quatro anos à frente do time

Os números de Gerson Gusmão em quatro anos no comando do Operário

Gersinho está no cargo de treinador do Operário desde 23 de março de 2016 - Foto: João Vitor Rezende

O técnico Gerson Gusmão completou, no mês de março, quatro anos à frente do Operário Ferroviário. Os números do treinador, em todos os jogos feitos antes desta paralisação, revelam aproveitamento de 62,38% do time no comando de Gersinho. 

De 23 de março de 2016, ano em que o Operário foi rebaixado à Segunda Divisão do Campeonato Paranaense logo após ter conquistado o título estadual, até 23 de março de 2020, Gerson Gusmão esteve em 148 jogos com o Fantasma. São 80 vitórias, 37 empates e 31 derrotas. Nestes 148 jogos, o Operário marcou 219 gols e sofreu 118. 

Desse total, foram 13 jogos em 2020. Incluindo os compromissos pelo Paranaense e pela Copa do Brasil, são sete vitórias, dois empates e quatro derrotas. O Operário marcou 15 gols e sofreu 12 neste ano.

Antes de ser contratado para tentar evitar o rebaixamento em 2016, Gersinho havia sido auxiliar de Itamar Scülle no time de 2015 e foi trabalhar no Novo Hamburgo. Voltando ao Fantasma, comandou o time no Paranaense 2016, Taça FPF, Paranaense 2ª Divisão 2017 e 2018, Campeonato Brasileiro da Série D 2017; Brasileiro da Série C 2018; Paranaense 2019 e 2020; e Série B 2019. 

Assim, são quatro títulos como treinador: Campeão da Taça FPF 2016, da Série D 2017, da Segunda Divisão do Paranaense 2018 e da Série C 2018. 

Antes da suspensão dos jogos por conta da pandemia de COVID-19, novo coronavírus, Gerson Gusmão não vivia um momento bom no time de Vila Oficinas. Apesar de ter terminado o primeiro turno do Paranaense em 4º lugar, o treinador encarou vaias dos torcedores do alvinegro nos últimos jogos em casa. O auge dos protestos foi após a eliminação na Copa do Brasil, perdendo por 2 a 0 para o América-MG no Germano, dia 5 de março. Na ocasião, o Operário já vinha de derrota no Estadual e deixou o campo sob gritos de 'vergonha, time sem vergonha', 'fora Gersinho', e 'tem que ter raça pra jogar no Operário'.

Treinos e atividades do Operário Ferroviário estão paralisadas por tempo indeterminado. Técnico, jogadores e funcionários, estão em férias coletivas até 20 de abril. O Campeonato Paranaense e o Campeonato Brasileiro da Série B estão suspensos por conta da propagação do coronavírus.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!