PublicidadeNEC

Sequência contra favoritos dificulta caminho do Caramuru na Superliga

Fábio Sampaio quer aproveitar partidas para preparar equipe para duelos diretos

Por: Lucas Matos em 01/11/2018 06:44:00 atualizado em 17/11/2018 18:07:49

Sequência contra favoritos dificulta caminho do Caramuru na Superliga
Derrota para o Taubaté abriu sequência de jogos contra favoritos da Superliga - Foto: José Tramontin/Caramuru

A missão do Caramuru Vôlei de chegar aos playoffs da Superliga tem um início difícil. Já nas primeiras rodadas, a equipe encara os principais candidatos ao título da competição. A derrota por 3 a0 para o Taubaté (SP), na Arena Multiuso, foi o primeiro passo na série de quatro confrontos contra as principais equipes da competição.

Além do Taubaté, o Tigre terá pela frente o SESC (RJ), o SESI (SP) e o Sada/Cruzeiro (MG). A tabela se assemelha a da temporada 2017/18 da Superliga, quando o Caramuru acabou enfrentando as mesmas equipes. Porém, diferente da ultima edição da competição, o Caramuru não largará apenas com jogos em casa. Neste sábado (3), o time visitará o SESC; no dia 16, vai a Minas encarar o Sada/Cruzeiro (MG). Antes, no dia 10, os alvinegros recebem o SESI na Arena.

O treinador do Caramuru, Fábio Sampaio, analisa a sequência e espera que os jogos sirvam de preparação para enfrentar os adversários diretos na luta pelos playoffs. “É uma sequencia difícil para o Caramuru. O importante é manter uma crescente no campeonato para estarmos bem e com a cabeça boa contra os rivais diretos”, explica.

Mesmo após o fim da sequência contra os favoritos, o Caramuru não terá vida fácil na competição. Isso porque a equipe de Ponta Grossa começa a sequência contra adversários diretos recebendo o Vôlei Ribeirão Preto (SP), na Arena Multiuso, no dia 21 de novembro. Depois disso, o compromisso é contra o rival Maringá (PR), fora de casa, no dia 24.

Fábio evita fazer uma projeção de vitórias para a série contra as principais equipes do campeonato, mas espera buscar pontos antes de entrar nos confrontos com Ribeirão Preto e Maringá.

“A projeção é de amadurecimento, de encontrar o padrão de jogo. Não adianta focar em um encontro e tornar isso uma pressão muito grande para nós. Vamos tentar pontuar nesses jogos difíceis para ganharmos corpo e confiança para o restante da temporada”, afirma o treinador.

A próxima partida do Caramuru Vôlei é contra o SESC (RJ), no sábado (3), às 21h30, no Ginásio da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Confira os jogos do Caramuru Vôlei pelo 1º turno da Superliga

1 - Caramuru Vôlei 0x3 Taubaté (SP) – 27/10

2 – SESC (RJ) x Caramuru Vôlei – 3/11

3 – Caramuru Vôlei x SESI (SP) – 10/11

4 – Sada/Cruzeiro x Caramuru Vôlei – 16/11

5 – Caramuru Vôlei x Vôlei Ribeirão – 21/11

6 – Maringá x Caramuru Vôlei – 24/11

7 – Caramuru Vôlei x Vôlei Itapetininga – 1/12

8 – Caramuru Vôlei x Corinthians Guarulhos – 8/12

9 – Vôlei Renata x Caramuru Vôlei – 12/12

10 – Caramuru Vôlei x São Judas Voleibol – 15/12

11 – Minas Tênis Clube x Caramuru Vôlei – 22/12

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Ponta-Grossa/6963/sequencia-contra-favoritos-ao-titulo-abre-a-temporada-do-caramuru-na-superliga" data-text="Sequência contra favoritos dificulta caminho do Caramuru na Superliga">
PublicidadeNEC